Sagrado Feminino

Sagrado Feminino

Os saberes ancestrais femininos foram passados de geração em geração durante toda a humanidade, pois são eles que conduzem uma vida em sintonia com a Natureza e conexão com o Divino. São esses conhecimentos que propiciam a saúde do corpo e do espírito, já que apenas quando reconhecemos o Feminino dentro de nós que temos a capacidade de nos curar verdadeiramente.

Tanto os homens quanto as mulheres possuem essa energia dentro de si, formando assim a comunhão dos polos positivo e negativo, masculino e feminino, Yin e Yang. Contudo, nossa sociedade contemporânea se esqueceu dessa verdade fundamental, e as sociedades patriarcais calaram as mulheres curandeiras, guardiãs de toda essa sabedoria, durante muitos anos.

Agora, neste novo tempo de iluminação, o Sagrado Feminino passou a ser transmitido como um movimento de resgate da nossa essência, a começar pela regeneração das mulheres com sua própria natureza. A partir dessa cura feminina, com empoderamento de si na força do amor, há espaço para que todos se conectem com essa energia, e assim possamos nos unir realmente em harmonia e plenitude, com o equilíbrio do Feminino e Masculino dentro de cada um.

O curso de Sagrado Feminino do Sabedoria Transcendental tem como objetivo reconectar as mulheres com essa natureza ancestral e sagrada. É uma oportunidade de renascer para si mesma, relembrando o que é Ser Mulher e florescendo para nossa ciclicidade. Somos portadoras de um útero, centro de poder e criação divina, e temos o direito de nos conectarmos com essa força transformadora e inesgotável. Mesmo as mulheres que não possuem o útero físico podem se conectar com esse centro energético, que continua pulsando dentro de si.

Além disso, também fazemos vivências presenciais em diversos lugares, para nos unirmos em irmandade e relembrarmos juntas o como é belo ser mulher. Quer fazer parte desse ciclo de aprendizados? Conheça o programa das aulas, e que o Sagrado Feminino possa florescer em nossos corações, pela cura que brota em nós e se expande pra todo o planeta!

Quem são as Instrutoras do curso?

As professoras do curso são mulheres que já passaram por esse resgate do Feminino, transformaram suas vidas, e hoje auxiliam outras mulheres nesta caminhada. Nas aulas, passaremos pelo estudo da Ginecologia Natural com a Prof. Ñatanxy, onde nos conectaremos com os ciclos naturais de nosso corpo, aprendendo nossas fases, ritos de passagem, anatomia de nosso ventre, práticas de auto-cura, desarmonias ginecológicas, além também do estudo das plantas e preparados medicinais para nosso trato ginecológico. Na sequência, a Prof. Fernanda Afrodite traz o conhecimento sobre a parte energética de nosso útero, conectando com a grande medicina das Yoni Eggs para um trabalho mais aprofundado em nosso feminino. E, por fim, a Prof. Rafaela Vicente traz seu estudo dos cosméticos naturais e a medicina da Ayurveda, com práticas necessárias para o autocuidado e desenvolvimento do nosso amor próprio.

Porque praticar o sagrado feminino?

Quando nos conectamos com as práticas do Sagrado Feminino, na verdade estamos apenas relembrando nosso espírito daquilo que já sabemos por essência! Essas práticas nos recordam de nossa conexão com a Mãe Terra, integração com nosso corpo e sua ciclicidade, entendendo que somos muitas dentro de uma só. Relembramos que, independente de nosso momento atual, somos filhas, mães, anciãs e feiticeiras, capazes de criar uma realidade amorosa e abundante, emanando essa cura para todos ao nosso redor.

É só para mulheres?

Não! As mulheres desenvolvem o Sagrado Feminino a partir de seu próprio corpo, receptáculo de um útero sagrado (lembrando que as mulheres que não possuem útero também devem desenvolver essas práticas, pois permanecem com esse centro energético no corpo). Contudo, o Feminino Universal deve ser desenvolvido e honrado por todos, homens e mulheres, pois a integração do Masculino e do Feminino é o princípio da Vida! Dessa forma, os homens também devem aprender com as mulheres como honrar o Feminino dentro de si e na forma de agir no mundo, em seu cuidado com a Mãe Terra.

Quais são os rituais e práticas do sagrado feminino?

São muitas as práticas que relembram e cultivam o Sagrado Feminino. O primeiro passo para essa conexão é honrar nosso sangue menstrual, que foi tão negado pela nossa sociedade. Mesmo as mulheres que já não menstruam podem fazer esse resgate e curar essa relação em suas vidas. O movimento de Plantar a Lua consiste em devolver nosso sangue para a terra, manifestando essa reconexão com nosso Ser Mulher e magia interior. A Ginecologia Natural também retoma diversas práticas para reconexão com nosso útero, trazendo limpeza e purificação dessa energia em nós mesmas. A Vaporização do Útero, por exemplo, é uma prática milenar, praticada por diversas culturas para o tratamento de nosso centro de poder. Assim como as Yoni Eggs, que trabalham com exercícios pélvicos através da energia das pedras para trazer purificação de memórias, conexão com nossa sexualidade e tantos outros benefícios. São muitas as ferramentas, onde as danças, cantos e instrumentos como o tambor também reconectam com nossa energia artística, pulsante e criativa.

O que é uma rede colaborativa?

Nossa sociedade patriarcal introjetou nas mulheres o espírito de competição entre si, pois isso nos separa e enfraquece. Contudo, nossa força é retomada quando nos unimos, relembrando que somos irmãs, e que cada uma tem suas cores, beleza e talentos para manifestar a cura na Terra. Por isso é tão importante o resgate dos círculos de mulheres, prática que sempre existiu e que fortalece a comunidade. Quando as mulheres se unem entre si, nada pode deter essa força de cura e amor que reverbera para todo o planeta.

O que é o empoderamento feminino?

O verdadeiro empoderamento da mulher acontece quando ela toma consciência de suas potencialidades, afinal, somos a própria manifestação da Deusa na terra, em todas as suas formas. A partir das fases que nosso corpo passa a cada lunação, acessamos esses arquétipos do feminino e sabemos como tratar a nós mesmas em cada período, adquirindo autonomia sobre nossa vida e potencialização de nossos dons e talentos.

Qual a importância de honrar sua linhagem ancestral?

Através da cura de si mesmo, também curamos toda a nossa linhagem! Somos um prolongamento de uma grande rede, que começa pelos nossos pais, depois avós, e assim se estende por gerações e gerações. Quando afrouxamos o nó desse fio em nossas vidas, esse fio também se afrouxa para os demais. Ao acessar e curar crenças limitantes, incluindo memórias de sofrimento do nosso útero, libertamos as gerações passadas e abrimos caminho para as que estão por vir.

O que são arquétipos dentro do sagrado feminino?

Existem inúmeros aspectos do Feminino Universal que possuímos também em nós mesmas, já que a Deusa se manifesta com inúmeras formas e atributos. Todas essas fases possuem 4 arquétipos universais, que acessamos em nós a cada lunação, de acordo com a fase que estamos em nosso ciclo menstrual (no caso das mulheres que não menstruam mais, esse ciclo se equilibra diretamente com as fases da Lua!). Cada arquétipo possui sua luz e sua sombra. A fase da Lua Nova, nosso período menstrual, se relaciona com o arquétipo da Feiticeira, mulher que transita entre os mundos em seu maior potencial magístico. Partindo pra Lua Crescente, nosso período pré ovulatório, acessamos o arquétipo da Donzela, da menina, no máximo de nosso vigor e energia para a vida. A Lua Cheia representa nosso período ovulatório, relacionado à Deusa Mãe. Nesse momento expandimos nosso amor incondicional, nutridor e manifestamos a beleza e fertilidade. Já a Lua Minguante representa o arquétipo da Anciã, relacionado ao período lúteo. É a representação da mulher sábia, Aquela que Sabe, que consegue observar melhor o que acontece dentro e fora.

É inexplicável

É muito comum a gente dizer, “esse curso mudou minha vida” mas o que venho aqui dizer é que o ThetaHealing me fez relembrar realmente quem eu sou, e não tem como mudar o que somos na essência, somente nos relembrar. A vibração energética que eu sinto é inexplicável 💛
Acessar o nosso sistema de crenças é libertador. Gratidão por absolutamente tudo 😢

Camila Protázio

Simplesmente vá de coração aberto

Gostaria que vocês pudessem sentir uma pitadinha do #amorincondicional que recebi esse final de semana. Foi simplesmente Divino. Foi uma combinação de fatores, claro. Afinal, a felicidade nunca vem sozinha, ela reflete em todas as áreas da nossa vida. Mas agora, quero compartilhar sobre uma experiência muito especial. Fui abençoada com a oportunidade de fazer o curso Avançado de #ThetaHealing com o @sabedoria.transcendental ✨. Foram mais de 25 horas de curso no total que fluiram como uma das experiências mais leves dessa minha existência até o presente momento. ThetaHealing deveria sim ser ensinado nas escolas desde o primário. Deveria ser passado de geração para geração dentro dos lares. E então teríamos uma outra humanidade. E acredito que ainda chegaremos lá. E na real, se você se ama ou quer se amar mais, vá. Simplesmente vá de coração aberto. Vai ser lindo. 🙏🏼Gratidão pela existência de cada um que fez parte desse final de semana, obrigada por nos encontrarmos nessa caminhada

Pamela Gambarra