Publicado em Deixe um comentário

7 Orações e Mantras poderosos

O poder das Orações.

No decorrer da história cada cultura desenvolveu sua forma de se comunicar com A Divindade, em forma de orações, mantras, rezas e cantos.  Oração é uma prece ou rezo dirigido à uma Força Maior, de acordo com a religião e crença. É um ato de religar-se, alinhar o corações com o Universo e seus mistérios. Em uma oração nos conectamos com a Verdade Espiritual e a partir dela nos conectamos com os Planos Superiores, com Mentores Espirituais e com o próprio Criador de Tudo O que É Quando oramos nossas ondas cerebrais vibram na frequência do Amor Incondicional, nos proporcionando estados alterados de consciência, o que possibilita uma comunicação energética!  Porém, para muitas pessoas o intuito principal de orar, foi distorcido. Hoje em dia o Pai Nosso e Ave Maria é muitas vezes proclamados de forma mecânica, sem sentimentos. E uma oração tem mais força quando é realizada com Emoção, com o Coração! Preparamos uma matéria com 7 orações poderosas que devem ser feitas com concentração, para A Limpeza Energética e Harmonia do Ambiente (Consagração do Lar), para a Paz e Gratidão (Oração de São Francisco), para a Paz e Proteção (Prece de Cáritas), para a Harmonia (Chave da Harmonia) para a Prosperidade (Anjo Abundia), para a Lei do Karma (Anúbis), para o Alinhamento dos Chakras (Pai Nosso).    

Oração de Limpeza Energética e Harmonia para o Ambiente: Consagração do Lar

Esta consagração deve ser recitada diariamente por toda e qualquer pessoa que deseje obter um desenvolvimento espiritual, mental, moral ou material. Sendo recitada com verdadeira compreensão de seu sentido real e com a convicção de que suas palavras exprimem a REALIDADE, ela pode refazer e reformar inteiramente a vida e o destino do recitante. É uma oração profunda, de natureza universal, ecumênica. 

Se quiser consagrar o local onde está (casa, apartamento e lares em geral, além de centros de culto, adoração, concentração e meditação) faça durante uma semana seguida e, após isto, sempre no início da semana para abençoar e dar boas vindas as novas energias que fluirão através da mesma. 

Sentai tranquilamente em vosso aposento e dizei estas palavras em voz alta.

Dentro do circulo infinito da Divina Presença, que me envolve inteiramente, afirmo:

Há uma só Presença aqui, é a da Harmonia que faz vibrar todos os corações de felicidade e alegria.

Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia.

Há uma só Presença aqui, é a do Amor.
Deus é Amor que envolve todos os seres num só sentimento de unidade.
Este recinto está cheio da Presença do Amor.
No Amor eu vivo, me movo e existo.
Quem quer que aqui entre, sentirá a pura e santa Presença do Amor.

Há uma só Presença aqui, é a da Verdade.
Tudo o que aqui existe, tudo que aqui se fala, tudo o que aqui se pensa é expressão da Verdade.
Quem quer que aqui entre, sentirá a Presença da Verdade.

Há uma só Presença aqui, é a da Justiça.
A Justiça reina neste recinto.
Todos os atos aqui praticados são regidos e inspirados pela Justiça.
Quem quer que aqui entre, sentirá a Presença da Justiça.

Há uma só Presença aqui, é a Presença de Deus, o Bem.
Nenhum mal poder entrar aqui.
Não há mal em Deus.
Deus, o Bem, reside aqui.
Quem quer que aqui entre, sentirá a Presença Divina do Bem.

Há uma só Presença aqui, é a Presença de Deus, a Vida.
Deus é a Vida essencial de todos os seres.
É a saúde do corpo e da mente.
Quem quer que aqui entre, sentirá a Divina Presença da Vida e da Saúde.

Há uma só Presença aqui, é a Presença de Deus, a Prosperidade.
Deus é prosperidade, pois Ele faz tudo crescer e prosperar.
Deus se expressa na Prosperidade de tudo o que aqui é empreendido em Seu Nome.
Quem quer que aqui entre, sentirá a Divina Presença da Prosperidade e da Abundância.

Pelo símbolo esotérico das Asas Divinas, estou em vibração harmoniosa com as correntes universais da Sabedoria, do Poder e da Alegria.

A Presença da Divina Sabedoria manifesta-se aqui.
A Presença da Alegria Divina é profundamente sentida por todos os que aqui penetram.

Na mais perfeita comunhão entre o meu eu inferior e o meu Eu Superior, que é Deus em mim, consagro este recinto à Perfeita expressão de todas as qualidades Divinas que há em mim e em todos os seres.

As vibrações do meu Pensamento são forças de Deus em mim, que aqui ficam armazenadas e daqui se irradiam para todos os seres, constituindo este lugar um centro de emissão e recepção de tudo quanto é Bom, Alegre e Próspero.

Agradeço-Te ó Deus, porque este recinto está cheio da Tua Presença.
Agradeço-Te, por que vivo e me movo por Ti.
Agradeço-Te, por que vivo em Tua Vida, Verdade, Saúde, Prosperidade, Paz, Sabedoria, Alegria e Amor.
Agradeço-Te, porque estou em Harmonia, Amor, Verdade e Justiça com todos os seres.

Que assim Seja, assim É e assim Será.

fonte: https://www.deldebbio.com.br/ritual-de-consagracao-do-aposento/

Oração pela Paz: Oração de São Francisco de Assis

Colocar a Curiosidade do São Francisco de Assis aqui sem o PDF para baixar 

Oração de  : Prece de Cáritas

A prece de Cáritas escrita não tem um objetivo claro, ela serve para várias finalidades e é muito poderosas como pode constatar após começar a orar suas palavras.

Muitos usam para uma elevação e purificação da alma, inspiração ao amor próprio e caridade com o próximo, mais habitualmente é muito utilizada como oração de proteção.

Basta ler algumas frases para constatar.

O importante é rezar sempre de coração verdadeiro.

Deus nosso Pai,
que Sois todo poder e bondade,
dai força àqueles que passam pela provação,
dai luz àqueles que procuram a verdade,
e ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus,
dai ao viajante a estrela Guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.

Pai,
dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito, a verdade,
à criança o guia,
ao órfão, o pai.
Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem, e
esperança para aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores,
derramarem por toda à parte a paz, a esperança e a fé.

Deus,
um raio, uma faísca do Vosso divino amor pode abrasar a Terra,
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e
todas as lagrimas secarão,
todas as dores acalmar-se-ão.
Um só coração, um só pensamento subirá até Vós,
como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha,
nós Vos esperamos com os braços abertos.
Oh! bondade, Oh! Poder, Oh! beleza, Oh! perfeição,
queremos de alguma sorte merecer Vossa misericórdia.

Deus,
Dai-nos a força no progresso de subir até Vós,
Dai-nos a caridade pura,
Dai-nos a fé e a razão,
Dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas
O espelho onde refletirá um dia a Vossa Santíssima imagem.fonte:  https://oracaoja.com.br/prece-de-caritas/

 Oração para a Harmonia: Chave da Harmonia 

Essa Oração tem o Poder de Harmonizar o Corpo, a Mente, as Emoções e o Espírito, tanto das pessoas quanto dos espaços onde é recitada!
CHAVE DE HARMONIA
Desejo Harmonia, Amor,Verdade e Justiça a todos os meus irmãos.Com a força reunida das silenciosas vibrações de nossos pensamentossomos fortes, sadios e felizes,formando assim um elo de Fraternidade Universal.
Estou satisfeito e em Paz com o Universo inteiroe desejo que todos os seres realizem suas aspirações mais íntimas.Dou graças ao Pai Invisívelpor ter estabelecido a Harmonia, o Amor, a Verdade e a Justiça
entre todos os seus filhos.Assim seja.
Amor, Luz e Paz!

Oração para a Prosperidade: Oração para o Anjo da Abundância

O anjo da abundância também é nomeado como Abundia, Habone, Abundantia e Fulla. Na mitologia Romana, a Abundantia era conhecida como o ser divino da prosperidade e fartura.  O anjo da abundância, está presente em várias culturas e civilizações. Na Escandinávia, Fulla era o nome dado ao anjo da abundância. Junto à deusa Frigg, das nuvens e atmosfera, atendia às orações dos que pediam ajuda. 

O anjo da abundância aumenta a prosperidade na sua vida, proporciona recursos para segurança financeira e felicidade. O sucesso financeiro pode lhe trazer mais tempo livre, independência e recursos para ajudar as pessoas. Reze para o anjo da abundância não apenas para alcançar estabilidade financeira e se livrar das sua dívidas, mas para ter sucesso profissional e pessoal.

“Traga-nos Abundia toda a tua abundância

Traga-nos o fluxo de tuas riquezas

Serenidade para tê-las e amor divino para obtê-las

Traga-nos a fé de tua riqueza

Tu, grande Abundia, dá-nos riqueza de pensamento,

De sentimento.

 Traga-nos Senhora tuas frutas frescas,

Traga-nos verduras,

Traga-nos doçura.

Traga-nos também ouro bendito,

Traga-nos tuas pedras, rubis, safiras.

 Traga-nos – tu – prosperidade.

 Abre as arcas, mostra o teu chifre da abundância (cornucópia)

E abre a chave do manancial

Dá-nos jorros de fluxo

E banhe-nos, acima de tudo,

Com o amor supremo de Deus.

Com o fervor da oração,

Com toda a fé, segurança, prosperidade,

Das mãos de Deus.

 Abundia, Abundia, Abundia,

Grande Ser Angelical da abundância

Pedimos a ti com tanto amor,

Que escute com grande fervor este pedido, esta oração.

 Agradecemos a ti senhora Abundia,

Que traga abundância de novos planos e coisas novas.

 Todas abençoadas por Deus nosso amoroso Senhor.

 Amem”

 Fonte: https://www.wemystic.com.br/artigos/oracao-do-anjo-da-abundancia/

Oração para a Lei da Causa e Efeito, ou Lei do Karma: Oração para Anúbis 

A Lei de Causa e Efeito tem seus controladores espirituais. Esta é uma lei física, porém tem sua essência nas Dimensões Superiores da Natureza e do Cosmo. Esses controladores espirituais, em nosso sistema solar, são chamados no esoterismo gnóstico de Anjos do Karma.

É exatamente um total de 43 os Anjos Kármicos que regem os destinos de todo o nosso sistema solar. E seu regente supremo tem o conhecido nome de Anúbis. Anúbis mais 42 Auxiliares Angélicos têm milhões de ajudantes espirituais e físicos que fazem com que a 2ª Lei de Newton, ou Lei de Causa e Efeito (ou, esotericamente, Lei do Karma), seja executada fielmente de acordo com os desígnios superiores.

Anúbis é o Supremo Hierarca da Lei, o Juiz dos Tribunais de Deus. A Ele devemos suplicar para que nossos delitos e inconsciências sejam perdoados e a Balança da Lei, equilibrada. Esses Anjos Kármicos regem todos os destinos dos seres que residem em nosso Sistema Solar.

Porém é preciso saber: “A Deus rogando e com o martelo dando”.

A Oração é importante, mas somente uma mudança interna é que realmente trará méritos para que as graças sejam alcançadas.

Todos os dias, temos a oportunidade de rever nossos atos e mudar nosso destino. Supliquemos ao Divino Anúbis para que nos ajude a despertar o dom da Compreensão Criadora, para que a partir daí tomemos a resolução de mudar nossos atos exteriores e eventos interiores (morte das causas antinaturais, o Ego).

Em seguida, transcrevemos uma Oração poderosíssima para nos comunicarmos espiritualmente com as Hierarquias Divinas da Retidão, os Senhores do Karma…

Peçamos Paz, Saúde e Harmonia, que o resto conseguimos com a Graça de Deus

Oração para Anúbis

Ó Deus-Pai de poder e amor
Potência existente nos impotentes
Em meu peito cruza o passado, o presente e o futuro.
Ó Energia que atua sobre a Consciência
Eu te conjuro, vem a mim…

Elohim… Elohim… Elohim…
Ó Força que marcou meu princípio e atua em meu presente
Ordeno às potências magnéticas que se transformem,
E que a Consciência domine minha existência.

Elohim… Elohim… Elohim…
Vos conjuro, estabeleça-se em minha consciência,
Livra-me da submissão do tempo,
Dando-me o poder de clarear o momento da minha vida.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Supremo Hierarca do Karma, eu te suplico:
Afasta de minha existência o magnetismo que me aprisiona no tempo.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Rogo à tua infinita compreensão
Que me permita amar e perdoar a todos
os que, por inconsciência me fizeram sofrer.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Tu que em tuas mãos se encontra o destino dos pecadores,
Utiliza meu Dharma como pagamento deste sofrimento,
E que este se transforme em alegria e consciência.

Anúbis…Anúbis… Anúbis…
Que minha consciência seja fruto do respeito e do amor que em meu coração agora aflora.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Que meu julgamento seja breve,
Vos peço perdão por estar distante de meu Pai e de meu coração.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Que a Foice da Lua não degole minha alma.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Tu reténs em tuas mãos a possibilidade do perdão,
Perdoa-me pelo encanto da repetição do passado.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Meus pedidos são vergonhosos perante as oportunidades que me deste em tantas vidas,
Portanto, te imploro antes que a Foice desça.
Permite-me estar consciente, ainda que seja em sofrimento.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Vida que pulsa na morte, critério inconsciente de Ser,
Flua em proximidade, perdoa-me no meu ato de perdoar.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Morte em vida, afasta de mim o Karma da paixão,
Livra-me da dependência de sofrer por indivíduos e por inconsciência.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Cintila em proximidade o brilho de tua Lei,
Permite-me, por intermédio do Pai que está em segredo,
Expandir a Fé e derramá-la em corações inconscientes.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Raio de poder,
Tu que executas pela vontade do Pai o julgamento dos homens,
Ensina-me a perdoar, a amar e a desprender de mim o apego magnético
Que atravessa os séculos.

Anúbis… Anúbis… Anúbis…
Minha vida agora e sempre está em tuas mãos…

QUE EU NÃO SAIA SEM CONCLUIR O PLANO DO PAI!
Amém… Amém… Amém…

Fonte: https://www.gnosisonline.org/magia-cosmica/oracao-para-anubis/

Oração para Alinhamento dos Chakras: Pai Nosso

Esta oração é capaz de reverberar todas as células,  alinhar os chakras, elevar a frequência evitando ataques, a oração mais realizada na Terra tem muita magia e simbolismos Ocultos. Convido você a fazer essa oração, tão conhecida e mentalizando o alinhamento de cada chakra, com muita concentração e calma, como está a baixo. 

Pai Nosso
Pai Nosso que estás no céu – Chakra Coronário
Santificado seja o seu nome- Chakra Terceiro Olho
Vamos nós ao vosso reino – Chakra Laríngeo
Seja feita Vossa vontade, assim na Terra como no Céu – Chakra Cardíaco
O pão nosso de cada dia, dai-nos – Chakra Plexo Solar
Perdoa nossas dívidas, assim como nós perdoamos os nossos devedores – Chakra Sexual
Não nos deixei cair em tentação e livrai-nos de todo o mal – Chakra Raíz

Amem

Está feito seus chakras estão alinhados e enraízados 

Publicado em Deixe um comentário

Temos 7 corpos! Conheça as dimensões do ser humano que nem todos conhecem.

Conheça os 7 corpos.

A existência dos corpos espirituais é desconhecida ainda por muita gente. Há quem considere apenas o plano físico e há também que admita a crença na alma. Entretanto, mais elementos fazem parte dessa equação e os seus contornos não devem ser assim simplificados. Para compreender o ser humano completamente, é preciso admitir toda a sua plenitude.
Os corpos espirituais são conhecidos apenas como corpos, níveis mentais, dimensões psíquicas ou consciências. Todas essas expressões se referem à mesma coisa. Os corpos acompanham-nos durante toda a vida e, apesar de trabalharem em conjunto, funcionam em dimensões diferentes. Povos como os hindus, egípcios e hebreus já falavam sobre essa divisão e, atualmente, algumas linhas do Ocultismo seguem o pensamento.

Entendendo os 7 corpos espirituais

A primeira coisa que precisamos saber sobre os corpos espirituais é que eles são 7. Além do corpo físico e da alma, que são mais difundidos, existem outros 5 níveis. Eles são de fundamental importância, pois, entre outros motivos, a nossa matéria não suportaria a quantidade poderosa de energia do espírito diretamente. As dimensões que ficam entre as duas funcionam como uma espécie de filtro e evitam a ebulição do ser.

Corpo físico:

É basicamente aquele que conseguimos ver, a matéria e tudo o que ela integra: órgãos, tecidos, células, sistemas. Ele serve para receber todas as outras informações e a energia que recebemos de um plano superior, é a roupa que vestimos nessa encarnação. Como tal, deve ser aceito por nós, cuidado, alimentado, apesar da sua condição temporária. Por ser visível e palpável, é o único dos corpos espirituais estudado pela Ciência.

Corpo etérico ou duplo etérico:

Nós não o vemos, mas sentimos. Ele é formado pela aura, chakras e nadis (veios que levam a energia aos chakras) e é considerado bioeletromagnético. Por ser constituído de muita energia, tem uma aparência luminosa e que pode variar do laranja ao azul. A sua ruptura pode comprometer a sobrevivência e a saúde do ser em questão. Enquanto o corpo físico renova-se, esta mantém-se igual durante toda a vida.

Corpo astral:

Aquilo que muitos reconhecem como alma é, na verdade, o nosso corpo astral. De todos, é o único que muda de aparência conforme viaja energeticamente pelos planos. É bastante sensível e isso explica o fato de ser ele o responsável por aquilo que sentimos e desejamos. Durante o sono, deixamos o corpo físico e viajamos com o corpo astral, mas, quando não há uma consciência e evolução sobre isso, lembramos apenas de partes do que aconteceu e acreditamos que foi um sonho.

Corpo mental:

É basicamente constituído pela nossa mente, que não é a mesma coisa que o cérebro. A mente organiza os pensamentos e esses manifestam-se através do cérebro. O objetivo da iluminação e racionalização do ser é controlar esse corpo e submetê-la à sua vontade.

Corpo causal:

Também conhecido como corpo mental superior ou abstrato, é uma espécie de reservatório das nossas memórias de todas as vidas. É a fonte dos nossos desejos, da intuição e da imaginação. Está intimamente ligado à individualidade.

Corpo Búdico:

O Buddhi ou corpo cósmico não tem ligação com o tempo. Dentre os corpos espirituais, é neste que está a verdadeira sabedoria. Está muito distante do nosso poder de compreensão e do plano físico, por isso ainda é pouco conhecido.
Corpo átmico: É o plano mais elevado do ser humano, o seu espírito, a consciência mais pura. Pode ser também chamado de Atman, Espírito de Essência, Eu Cósmico, Eu Divino. É composto basicamente de luz, o nosso Deus Interno.

Referências

Fonte: WeMystic -https://www.wemystic.com.br/artigos/corpos-espirituais-as-7-dimensoes-do-ser-humano-que-nem-todos-conhecem/

Publicado em 3 comentários

A energia cósmica das Pirâmides e seu poder ancestral

Conheça a energia cósmica das Pirâmides e seu poder ancestral.

No final do século passado e final de milénio também, mais precisamente nos anos setenta, marcado pela transição da era de peixes para a era de aquário, grande parte da humanidade começou a voltar-se para as suas origens e a buscar o significado de tudo que a cerca, a investigar todas as energias, a resgatar todas as crenças milenares, que permaneceram latentes no ser humano.

Na América do Norte e na Europa, não é de hoje que se fazem pesquisas, estudos e experimentos com todo tipo de energia que se tem notícia, tais como: a energia dos cristais; a energia das plantas; a energia dos objetos geométricos; do do-in, da acupuntura; da radiestesia; a energia dos sons (música); da cromoterapia (luz e cores), das mãos (Reiki, passes magnéticos, jho-rei e etc.); e, das PIRÂMIDES.

A pirâmide é uma forma geométrica composta de quatro triângulos equiláteros e uma base quadrada que capta e concentra energia positiva. Pirâmide é uma palavra formada do grego – pyra – significa fogo e mides – significa centro, ou seja: FOGO CENTRAL. Os sensitivos viam uma energia no seu interior, daí o nome.

Em toda parte do mundo são encontradas construções piramidais em pedra, no Egipto são mais de cento e trinta ao longo das margens do rio Nilo. Na América os antigos habitantes, incas, maias e os astecas, construíram suas pirâmides, admiradas e nos assombram até hoje. Na Ásia e na Europa e até na longínqua Sibéria são encontradas construções na forma de pirâmide.

Acredita-se que para o povo comum, elas eram utilizadas para sacrifícios aos deuses, serviam de túmulos para os reis, mas para os iniciados e sacerdotes eram templos de iniciação, estudos e desenvolvimento de potencialidades psíquicas do ser humano.

As filosofias esotéricas afirmam que muitos mestres do passado, inclusive Jesus Cristo, fizeram suas provas iniciáticas no Egito, no período em que a história não registra fatos de sua vida, entre os doze e os trinta anos, quando reapareceu.

Durante séculos e séculos esses monumentos permaneceram no silêncio do deserto, intocados. Por volta de 1930 pesquisadores franceses observaram animais e insetos mortos dentro da pirâmide de Queops, em estado de mumificação, isto é, não apodreceram.

Quando retornaram a França, resolveram construir réplicas dessa pirâmide e fazerem experimentos, inicialmente alimentos, carne crua, e qual não foi o seu espanto, os alimentos não deterioram, apenas ocorria uma espécie de desidratação, mantendo suas propriedades intactas.

A partir daí, muitas experiências foram feitas. Perceberam que uma lâmina cega recobrava o seu fio, sob o efeito dessa energia. As sementes das plantas germinam mais rápido debaixo das pirâmides, as plantas ficam mais viçosas e fortes. A aplicação da energia da pirâmide não é só terapêutica, é também psíquica, fortalecendo a capacidade extra-sensorial e mediúnica.

A percepção fica mais aguçada, a vidência fica mais nítida e, o estado alfa mais rapidamente atingido. Os cientistas ao divulgarem para o mundo as suas experiências na década de 1970, uma verdadeira febre contaminou o mundo, multiplicando-se os experimentos.

A pirâmide de Queops foi construída, calcula-se em mais de quatro mil anos antes de Cristo. São 2.600.000 blocos de pedra-granito, pesando entre duas a dez toneladas, as quais foram transportadas a muitos quilómetros de distância do outro lado da margem do rio Nilo.

Até hoje não tem o homem moderno tecnologia para levantar pesos desse porte a uma altura de mais de cem metros. Os blocos foram cortados com precisão absoluta. Nunca foram encontradas ferramentas utilizadas nesses cortes. Até hoje permanece uma enorme interrogação: quem planejou, construiu e que força foi capaz de transportar e levantar aqueles blocos de granito?

Não há dúvida que os egípcios eram grandes conhecedores da alta matemática, trigonometria, astronomia e muito provavelmente algum tipo de energia capaz de anular a força da gravidade terrestre.

Referências

Fonte: Marcus Laranjo -https://www.sintonizacaoreiki.org/index2.php?op=85

Publicado em 2 comentários

Invoque a Chama Violeta

Invoque a Chama Violeta de Saint German para dissolver os véus de ilusão e ignorância, trazendo à Luz a Verdade Divina

A Chama Violeta é uma grande dádiva para nós. Foi liberada, em 1930, quando Saint Germain apareceu, aos pés do monte Shasta na Califórnia, a Guy Ballard, mensageiro de Deus no Movimento I AM, para libertar a humanidade. Saint Germain deu-lhe a dispensação da Chama Violeta para o planeta Terra. O monte Shasta, na Califórnia, é o principal foco de irradiação da Chama Violeta do Mestre Saint Germain para o planeta Terra.

Para compreender a maravilhosa ação do Espírito Santo, por meio da Chama Violeta, precisamos entender um pouco do atual momento cósmico em que vivemos e também sobre a lei do Carma. Só assim, poderemos avaliar o significado desta tremenda dádiva dada por Deus.

A Chama Violeta apaga e dissolve os erros cometidos pelos filhos de Deus, transmuta estados mentais depressivos em um estado mental alegre e tranqüilo. Ela é mágica e alivia a dor física, emocional e mental. A Chama Violeta é como uma poderosa vassoura cósmica que varre o lixo de nossas vidas passadas e presente, de nossas cidades, de nossa nação e do nosso planeta também. Queimando este lixo e transmutando-o em Luz; Luz que volta para o nosso Corpo Causal, aumentando, assim, a nossa riqueza espiritual.

Como todos os Raios de Deus, o Raio Violeta, é uma das facetas da mente de Deus. Assim sendo, traz consigo a inteligência e a vontade do Pai. Ela é capaz de identificar, o que pode e o que não pode ser limpo e transmutado em Luz, na pessoa que a está invocando. Exemplo: quando uma pessoa pede para ser libertada de um mal e ela não perdoa este mesmo mal em outras pessoas, então, a Chama Violeta não a libertará deste mesmo mal. Não podemos julgar a ninguém. O julgamento, a Deus pertence.

Podemos enviar um raio de Chama Violeta para libertar pessoas mesmo que estejam longe de nós. Quando fazemos a invocação inicial da Chama Violeta para que atue em nossas vidas, nos purificando, pedimos também para que atue na vida de outras pessoas, citando seus nomes e endereços. Quando não sabemos qual é a causa de um problema, podemos enviar um raio de Chama Violeta, para dissolver o núcleo e a causa do problema. Nós somos condutores dos raios de Deus na Terra.

O Carma negativo é criado quando mal utilizamos a energia que recebemos de Deus com nossos pensamentos, sentimentos, palavras e atos negativos. A cada minuto estamos criando Carma positivo ou negativo. Quando qualificamos a nossa energia com rancor, ressentimento, ódio, tristeza, medo, crítica, condenação ou julgamento, citando apenas alguns dos tipos de má qualificação de energia, ela fica muito pesada para subir a Deus, de onde veio.

Então ela segue a lei do círculo, isto é, dá a volta por todo o planeta, unindo-se a outras energias iguais a ela. Assim, ela volta multiplicada muitas vezes a quem as enviou. Esta energia pesada, volta e acumula-se nas células do indivíduo e em torno dele próprio. Com o acúmulo de negatividade em seu ser, ele acaba por atrair variados tipos de problemas, doenças, acidentes, brigas e muito mais.

chama violetaA Chama Violeta dissolve os véus de ilusão e ignorância, trazendo, à Luz, a Verdade divina. Só o conhecimento da Verdade pode libertar o homem. Saint Germain trouxe a energia do amor do raio rosa rubi, simbolizando o Espírito Santo. Esta é a era da justiça, da libertação dos oprimidos, da libertação pela verdade, que vem com a transmutação do Carma pelo correto uso da Chama Violeta. A Chama Violeta é a mistura e união do amor em servir, do raio rosa e do poder da justiça do raio azul. Inicia-se uma era que será de Liberdade, Paz e Iluminação.

Os ventos do Espírito Santo varrem a maldade da Terra. Segurem seus chapéus e alinhem-se de um lado ou de outro. Não dá para ficar “em cima do muro”, Jesus disse: “quem não esta comigo, esta contra mim”. Quem não faz a opção pela Luz é arrastado pelas trevas. Esta é a hora da colheita, a separação do joio e do trigo. Defina-se agora!

A Chama Violeta funciona e se torna uma realidade em sua vida com o exercício da Sagrada Palavra. A Chama Violeta sendo uma ação do sétimo raio da consciência de Deus, um aspecto do Espírito Santo, é uma energia de alta freqüência vibratória que penetra no núcleo do átomo, atravessa nossas células, transmuta estados mentais e regenera células envelhecidas ou doentes.

A Chama Violeta transmuta as energias negativas acumuladas em nosso ser, desde a primeira encarnação. Ela consome o Carma de nossas vidas passadas, um a um, camada por camada.

Como invocar a Chama Violeta

Existem formas ilimitadas para usar a Chama Violeta. Este é o método básico ensinado por Saint Germain. É muito simples, com apenas quatro passos.

Passo 1. Traga a Chama Violeta para o seu corpo. Peça ao seu Eu Superior, um Mestre, Guia ou Anjo para o ajudar, ou apenas peça para que a Chama “se manifeste”. É útil visualizar ou imaginar que uma bola de fogo violeta se coloca acima da sua cabeça. Em seguida, peça a esta bola de fogo para entrar no seu corpo e preencher cada célula, átomo e molécula do seu corpo.

Passo 2. Rodopiar a chama em torno do seu corpo. Manter a chama dentro do seu corpo, enquanto lhe pede que saia através de seu chakra cardíaco, rodopiando em redor do seu corpo para que toque todos seus corpos: emocional, mental e espiritual.

Passo 3. Peça a Chama Violeta para transmutar tudo o que você desejar ser alterados ou eliminados de sua vida. Algumas pessoas gostam de mencionar tudo como uma lista de compras – karma, sentimentos como raiva, pobreza, frustração, tristeza, doenças físicas, etc. Mas você também pode fazer uma frase genérica, como “transmutar qualquer coisa que esteja no caminho de minha ascensão para me tornar um Ser Crístico.” É a intenção e o sentimento por trás da frase que realmente importa. Uma parte importante a acrescentar à sua frase é: “em todas as dimensões, em todos os níveis, através de todo o tempo e espaço, passado, presente e futuro”. Cobrindo todas as suas vidas e seus eus multidimensionais.

Passo 4. Alterar negatividade em Luz Divina e preencher o seu corpo. A energia nunca se perde nem pode ser “excluída”, no entanto, ele pode ser transformado numa frequência mais elevada. É por isso, importante pedir à Chama Violeta para o fazer. Em seguida, chame essa nova energia de regresso ao seu corpo e aura. Algumas pessoas gostam de fazer a lista novamente. “Por favor, transmuta tudo em Amor, prosperidade, abundância, paz e felicidade.” . A Invocação à Chama Violeta abaixo transforma tudo em Luz Dourada da Consciência Crística.

Depois de entender o processo, por favor personalize a invocação usando palavras vindas do seu coração e dizendo-as com verdadeiro sentimento e intenção. Dizer as palavras em voz alta é melhor, porque o poder e a vibração da palavra falada tem energia, o que ajuda a criar o máximo de resultados. Mas também poderá dizer silenciosamente na sua mente.

Concentre-se. Faça algumas respirações profundas para se preparar, e então diga:

Poderosa Presença EU SOU, Amado Deus, Fonte Celestial, por favor, que se manifeste em mim agora a Sagrada Chama Violeta da Transmutação. Traga a Chama Violeta para cada célula, molécula e átomo do meu corpo preenchendo-o totalmente e completamente.

Abençoada Chama Violeta arde no meu coração e expande para fora, em todos os meus corpos, físicos, emocionais, mentais e espirituais, em torno de todo o Ser com a tua Divina Graça, Amor, Misericórdia e Perdão.

Transmuta todo o karma, pensamentos negativos, ações, desejos e energias criadas a qualquer momento, em todas as dimensões, em todos os níveis, em todos os corpos, por todo o tempo e espaço, passado, presente e futuro, por toda a eternidade. Transmuta tudo o que interfere com a minha Ascenção Crística que Eu Sou.

Amada Chama Violeta transforma tudo o que foi transformado em Luz Dourada da Consciência Crística, a Luz de Deus que nunca falha.

Envia esta Luz Dourada para mim agora, preenchendo todo o meu corpo e em redor dele com esta Radiação Divina. Eleva a minha vibração e frequência para o nível mais alto possível para mim neste momento.

Assim seja e assim é. Obrigado Deus.

Sugere-se que você faça este exercício logo pela manhã e antes de adormecer, ou sempre que se sinta um pouco sobrecarregado, triste ou chateado.

Publicado em 1 comentário

A Vida de Jesus, que não foi ensinada!

a vida de jesus

Uma canalização do Mestre Sananda, conhecido como Jesus, O Cristo, ou Yeshua

Sou Sananda. Minhas bênçãos e graças para todos vocês. Esta noite quero passar um tempo com minha família e falar um pouco da minha vida, ressaltando que, na verdade, ela também é a vida de vocês. Como vocês, meus queridos, eu também fui uma criança que tinha uma espécie de véu. Mas era uma criança diferente. Como muitos de vocês, sementes de estrelas, eu tinha pensamentos e sentimentos que nem podiam ser levados em consideração naquela cidadezinha, onde a maioria das pessoas se preocupavam apenas com coisas menores. Para falar a verdade, não éramos muito populares naquela pequena cidade.

À medida que eu crescia e meus dons começavam a se expressar, muitas pessoas daquela cidade procuravam minha família e diziam: “Não sabemos o que fazer com esse seu filho, Yeshua. Talvez vocês devessem encurtar as rédeas dele. Ele fala de coisas que nossos filhos nunca ouviram falar. E dá um mau exemplo…” Mesmo assim, eu não conseguia refrear o poder do amor dentro de mim, a capacidade de ver além do véu e dentro dos corações da espécie humana, que eu parecia ter desde a mais tenra idade. Quando fui ao templo para pedir conselhos aos anciãos, eles também não conseguiram compreender o meu coração. Comecei a sentir, como vocês às vezes sentem, que eu não fazia parte daquilo e que havia algo errado comigo.

A Jornada


Certo dia, uma caravana estava passando por nossa vila. Eu gostava de ficar olhando as caravanas, talvez essa fosse a única emoção numa vida muito comum e monótona. Implorei ao condutor da caravana que me levasse com ele para as terras do leste, pois meu espírito me mandava buscar outras pessoas que tivessem um jeito parecido com o meu. Peguei uma carona, por assim dizer, na caravana e, com as bênçãos de meus pais, parti numa longa jornada de muitos meses, embora fosse um jovem com menos de quinze anos naquela época.

Acabei chegando à terra de Arya Vata, que vocês chamam HOJE de Índia. Reparei que havia muitos indivíduos cobertos de andrajos andando por lá, mas em seus olhos ardia o fogo do propósito, queimava o fogo da visão e da santidade. Fiquei com eles, sendo também tomado por um mendigo, um vagabundo, um andarilho sem vintém. Fui a muitas e muitas daquelas moradias, cavernas, ashrams (local de retiro, na Índia). Sentava-me e escutava. Ouvi inúmeros ensinamentos que, a meu ver, não pareciam verdadeiros.

Eu os questionava e creio que não levou muito tempo, não fui bem-vindo, pois fazia as perguntas erradas. Eu perguntava: “Que ensinamento é esse que diz que se deve reencarnar sem parar? E se alguém errar o caminho é possível nascer como um verme ou um inseto ou um animal?” Esses não pareciam ser os ensinamentos do Pai. Procurei outras pessoas e fazia perguntas em qualquer lugar que eu fosse. Ninguém sabia as respostas; pareciam ter esquecido. Mas, de alguma maneira, os ensinamentos da Luz estavam gravados em minha alma.

Retirei-me para as imensas florestas e orei com todo o coração, pedindo orientação. Senti um redemoinho dentro de mim. Não conseguia explicar a paixão que às vezes tomava conta de mim, e eu estremecia de fervor por compartilhar o amor do Pai.

Tive várias experiências maravilhosas. Um dia, eu estava sentado numa área sagrada do Himalaya, sempre frequentada pelos iluminados. Sentado na caverna, tive uma visão fortíssima e uma grande Luz apareceu para mim. Como muitos, passei a duvidar do que vira e comecei a me perguntar se não seria produto de minha mente ou alguma fantasia. Porém, o sentimento que eu havia experienciado não me abandonava. Ele me mandava prosseguir e compartilhar algumas das introvisões que eu tivera.

Como costuma acontecer, um grande ser apareceu para mim e disse: “Meu filho, você está no caminho certo.Confie em você. Deus o escolheu para uma grande missão. Agora vá, e sorva profundamente do espírito. Nutra-se, pois logo chegará o momento em que você deverá voltar para sua terra natal. E, nesse momento, muita dor estará à sua espera. Mas em meio a essa dor, você será uma fonte de salvação para toda humanidade.”

Em minha mente, pensei: “Como isso é possível? Sou uma pessoa simples. Sou estrangeiro nesta terra. Estes seres parecem tão mais sábios do que eu.” Mesmo assim, algo tocou numa corda do saber dentro de mim.

Fiz como o sábio sugeria: meditei, orei e jejuei. Conversei com os animais, com os pássaros e com as árvores. Comecei a sentir a presença de Deus. Por isso, quando eu caminhava pela Terra, mal ousava pisá-la com muito vigor, com medo de que pudesse ferir o rosto do amado senhor. Com o tempo, conforme fui amadurecendo em minha compreensão e aprofundando minha busca espiritual, tive a sensação de que, na verdade, havia sido chamado para uma grande missão.

Começou a se erguer o véu que todos possuímos, quando chegamos aqui. Senti, em minha alma, que era meu destino ir para minha terra natal e, de algum modo, levar a Luz, pois as pessoas realmente haviam perdido a centelha da alegria, da reverência, do perdão e da benevolência. Tive uma experiência na qual me senti como a alma de tudo que estava vivo. Senti como se a Luz de meu coração emitisse raios que conferiam Luz a tudo que existia. Às vezes, eu ficava vagando naquele estado como um louco.

Por fim, retornei à minha terra natal e, lá, eu de fato era um desajustado. Mas, agora, isso não parecia ter muita importância, pois a chama do propósito ardia em meu peito. A missão, que eu sabia ser minha, já me tocara. De início, falei com algumas pessoas simples. Muitas vezes riam e retiravam-se abruptamente no meio de meus discursos. Do mesmo jeito que vocês devem se sentir de vez em quando, eu me sentia tentado a voltar para a terra de Arya Vata (Índia) em meio aos santos, aos poucos iluminados que na verdade encontrei. Contudo, eu sabia que minha tarefa era levar a Luz para a terra em que eu nascera. Aos poucos, comecei a encontrar uma ou duas pessoas que não me consideravam louco.
Passava algum tempo com elas, falando sobre muitas coisas, abrindo meu coração, esperando que elas passassem a sentir o fervor do amor que eu viera partilhar. Paulatinamente, vieram outras pessoas e trouxeram amigos. Depois de algum tempo, alguns realmente seguiam comigo. Unimo-nos como irmãos e irmãs para um único propósito: levar a mensagem do amor e da graça de Deus. Novamente, o número dos que vinham para escarnecer e zombar era bem maior do que o número dos que vinham para escutar. Como vocês, às vezes sentia-me cansado. Perguntava-me se, de algum modo, havia entendido mal aquele chamado para uma missão.

Decodificando A Missão


Inúmeras vezes eu parava e dizia a mim mesmo: “Não posso deixar de falar o que está em meu coração”. Por isso, eu falava. E creio que isso causou muitos problemas a várias pessoas, pois o que eu falava não tinha nada a ver com os ensinamentos que elas estavam acostumadas a ouvir. Essas pessoas questionavam e duvidavam de minha autenticidade e me repreendiam. Muitas vezes fui preso pelas autoridades por causa de algum propósito maquinado, só para me segurarem e para que eu ficasse calado por um ou dois dias.
Mas como não encontravam nenhum motivo para me deter, eu acabava libertado e partilhava de novo a minha mensagem. Comecei a ter recordações, creio que as posso chamar assim, de ter saído de outro lugar para vir a este mundo. Comecei a me lembrar de que tinha estado aqui como um espírito voluntário, acho que seria assim que vocês diriam atualmente. E comecei a decodificar minha missão. Com a decodificação, veio uma capacitação que eu jamais conhecera antes.

Às vezes eu permanecia no deserto e observava o céu e as estrelas, sentindo como se tudo aquilo que existia tivesse explodindo do meu coração em êxtase e amor. Parecia um louco, apaixonado pelo propósito, com um entusiasmo impetuoso. O entusiasmo era tão contagiante que passou a ligar-me a algumas pessoas que começaram a enxergar a visão e também a decodificar a missão. Juntos, encontramos e fundamos um bando de renegados, creio eu.

Muitas vezes precisávamos nos esconder nas cavernas, nas montanhas e na vastidão do deserto para escapar às pedras que os outros costumavam atirar em nós. De vez em quando era difícil conseguir alimentos, pois não éramos bem-vindos na maioria dos lugares. Tornamo-nos conhecidos como desordeiros e agitadores e como uma ameaça aos ensinamentos e comandos consagrados. Sentia-me como vocês devem se sentir às vezes- desencorajado.

Devo confessar que não foram poucas às vezes em que chorei.

Perguntei ao Pai: “Por que eu? Por que eu? Não tenho a força. Não tenho a sabedoria. Não tenho o poder suficiente para enfrentar a ignorância desenfreada destes tempos”. Creio que as pessoas mais atraídas por mim também eram párias, renegadas, aquelas que não possuíam boa reputação. Eu também adquiri uma péssima reputação, pois gastava meu tempo com essas pessoas. Descobri que, apesar de seu comportamento exterior, elas possuíam corações generosos e abertos à mensagem de Deus e ao amor Dele.

Comecei a decodificar mais a fundo, e ao fazer isso, todo o vestígio de dúvida começou a desaparecer. Passei a ter o conhecimento, vindo de uma profundeza que eu não conseguia explicar, de que aquilo que eu fazia e ensinava era a verdade. À medida que esse conhecimento começou a verter por cada poro de meu ser, passou a chegar cada vez mais gente para me escutar. Em determinado momento, tinha tantos seguidores que era realmente uma ameaça aos poderosos daquela época. Tornei-me consciente, pois minhas habilidades de telepatia, assim como meus outros dons, começaram a aumentar. Descobri que algumas pessoas pareciam se curar na minha presença. Às vezes, eu era chamado às pressas para colocar minhas mãos sobre certos indivíduos.
Várias coisas maravilhosas aconteceram pelo poder do Pai dentro de mim. Muitas vezes eu dizia a essas pessoas: “ Por favor, não comentem nada a esse respeito. Apenas voltem para casa e desfrutem de sua boa saúde”. Mas, obviamente, como é típico das pessoas, elas comentavam. Os rumores, o escândalo e os mexericos cresceram a tal ponto que desejei, com todo o coração, fugir para as montanhas e esquecer tudo aquilo.

Inúmeras vezes eu parei e disse a mim mesmo que realmente possuía uma mensagem que precisava ser divulgada. Lembrei de minhas experiências com os sábios no Himalaya. Comecei a ter visões (vocês poderiam chamá-las de precognições ). Previ que eu seria severamente perseguido e que sofreria um destino que já se repetira centenas, talvez milhares de vezes naquela época, e que iria acontecer a mim também: a crucificação. Eu sentia medo, como vocês sentiriam. Perguntei-me se a minha mensagem era tão importante a ponto de eu dar minha vida por ela. Orei, chorei e pedi orientação.

A orientação era sempre a mesma: “Você veio para se desincumbir de uma grande lição que será escrita em eras que ainda estão por vir. Sua vida simples e todas as coisas que você está partilhando agora serão como uma Luz para toda a espécie humana.”

Tive uma série de experiências naquele momento, quando estava descansando e imaginava ou sentia presenças recobertas por mantos ao redor do meu leito. Com freqüência, as visões se desvaneciam rapidamente quando eu despertava, e não conseguia retê-las por completo em minha mente. Mas comecei a sentir como se o Pai houvesse enviado acompanhantes para caminhar comigo. Eu também tinha visões estranhas, nas quais parecia estar lá fora, entre as estrelas. Não conseguia explicar isso. Sentia como se estivesse navegando na imensidão do céu. Cada vez que eu tinha essas experiências, sentia-me mais encorajado e seguro quanto ao meu chamado.
Quando, finalmente, tive uma precognição e vi que muito em breve eu seria mesmo levado, ergueu-se dentro de mim um espírito de coragem, de força, de paciência, que só consigo imaginar como uma dádiva do Pai. Quando vocês passam por momentos de grande coação, de grande tragédia, não notam também que um espírito igualmente grandioso se eleva dentro de vocês? Comigo também foi assim.

Uma Merkabah de Luz


Embora eu soubesse que essas pessoas que estavam contra mim não poderiam ser dissuadidas, não importando o que eu dissesse ou fizesse, também sabia que devia concordar. Eu até sabia que alguns de meus seguidores não me seriam fiéis, se dispersariam e logo esqueceriam o que eu lhes havia ensinado. Vi também, em seus futuros, vidas que seriam gastas em sangue derramado na terra. Era como se os véus se tivessem erguido e eu visse o futuro nitidamente. Eu não queria vê-lo. Desejava com toda minha alma que fosse possível mudar o curso do futuro.

Eu Era Verdadeiramente A Luz


Talvez fosse minha imaginação febril. Às vezes, eu não me sentia bem. Sofria de indisposição no estômago e no trato intestinal. Ocasionalmente, isso era acompanhado de febre, Eu pensava: “Talvez seja meu cérebro febril que cria estes pensamentos.” Mas o amor em meu coração e o sentimento de proximidade a Deus, o Pai, era tudo que eu possuía como ponto de referência mais forte.

Quando fui detido e encarcerado, voltei a pensar com cuidado. Como um moribundo, em certo sentido, minha vida inteira passou diante de minha mente. Mas junto com isso vieram, de novo, as visões daqueles que pareciam vir a mim durante a noite e, novamente, as visões de minha estada nas estrelas. Convenci-me de que eu era daquelas estrelas, de que eu possuía um mundo, muito distante, do qual (Sírius) eu viera para esta Terra. Essa visão começou a tomar conta de mim com fervor e, assim, comecei a perceber que não importava o que eles fizessem ao meu corpo, eu não era aquele corpo. Eu era verdadeiramente a Luz que eu tinha visto fluindo da minha essência para todas as coisas.

Depois, fui levado a julgamento e, mais uma vez, aquele poderoso espírito ergueu-se dentro de mim. Só que desta vez ele era tão inexorável, tão ardente, tão apaixonado pelo propósito, que não importava o que me dissessem, era como se visse através do celofane. Conseguia ver claramente e distinguir seus corações. E o que me encorajou muito foi que também consegui ver o futuro deles, ver o momento em que esses corações finalmente se abririam e se libertavam do cativeiro da negatividade.

E assim, mantive-me firme, pode-se dizer, em meditação e oração, fortificando meu espírito, pois sabia que meu tempo na Terra estava chegando ao fim. Percebi, de fato, que iriam me crucificar da maneira mais cruel que pudessem, pois eu dissera várias coisas enquanto estivera em estado de êxtase divino, o espírito fala através da pessoa, não se pode refrear os lábios.

Tudo Parecia Um Sonho


Finalmente, como vocês tem conhecimento em suas histórias, fui de fato levado e posto na cruz. A coisa boa que tenho a lhes dizer é a seguinte: quando aquele dia fatal chegou, eu havia me colocado num tal ponto de consciência, que para mim tudo parecia ser um sonho. Vi as multidões a meu redor. Ouvi o choro de meus companheiros e daqueles com os quais crescera e que havia amado. Vi a confusão e o medo em meus seguidores. Fiz tudo o que pude naqueles últimos momentos para elevar minha energia o mais alto possível para perto de Deus.

Quando me pregaram na cruz, ouvi, como num sonho, o eco das marteladas e nada senti. Não experienciei a mínima dor. Era como se eu estivesse fora de meu corpo e observasse aquele corpo pregado lá, com os cravos enterrados em seus tornozelos e pulsos. Não conseguia me relacionar com ele como se aquele corpo fosse o meu. Parecia uma caricatura minha. Quando levantaram a cruz e a fixaram no pedestal, novamente eu parecia estar acima daquele corpo, sangrando e abatido, sem sentir nenhuma dor.

Estava num estado de tamanha lucidez que conseguia ver claramente aquilo que o Pai me enviara para fazer. Eu sabia, embora às vezes fosse tentado a entrar numa consciência inferior e a julgar aquilo que acontecia ao meu redor, pois as pessoas me pareciam tão ilógicas, tão cruéis, tão ignorantes. Mas toda vez que sentia isso era arrastado para mais perto do meu corpo. Percebi que se permanecesse naquele estado de consciência, logo voltaria para aquele corpo e estaria experienciando a dor. Então, com muita concentração, mantive meus pranas, meus sopros vitais, na porção mais elevada de minha consciência.

Vivi A Minha Visão


Aquele momento parecia se situar fora do tempo. Não experienciei uma passagem de tempo. Por fim, senti um espasmo abrupto em minha forma física. E dentro de meu corpo sutil, como se eu houvesse estado num balão amarrado a ele e alguém soltado a corda, de repente me senti muito livre e percebi que o corpo morrera. De certo modo, senti-me aliviado, como vocês estariam, pois sabia que não estava mais preso àquela forma, e estava realmente livre.

Fiquei observando quando o corpo foi baixado da cruz e veio alguém, que eu amava muitíssimo e que vocês conhecem como José de Arimatéia, junto com minha amada mãe e outros, e levaram embora meu corpo, chorando. Senti-me muito pesaroso com a tristeza deles. Queria dizer a eles: “Não chorem por mim… Estou vivo. Estou bem. Não chorem. Fiz aquilo que fui chamado para fazer. Eu vivi a minha visão. O que mais se poderia pedir de mim?”

Fiquei olhando eles levarem o corpo e o colocarem na tumba, rolando uma grande pedra para fechar a entrada. Muitos profetas haviam falado de alguém que viria e romperia os grilhões da morte. Realmente, jamais pensei que fosse eu. Preciso lhes dizer a verdade. Nunca me ocorreu que os antigos profetas estivessem falando de minha vida. Quem sou eu? Um simples rapaz judeu. Nada tenho de especial… uma visão… um sonho… algumas experiências do Pai.

Mas percebi que estava rodeado por aqueles mesmos seres maravilhosos que haviam me visitado à noite, só que desta vez estavam me chamando por outro nome. Estavam dizendo que eu precisava me desencumbir de mais uma tarefa. Fiquei imaginando de que modo faria isso. E eles disseram: “Não tenha medo, estamos com você. Estaremos com você e o ajudaremos nessa grande incumbência. É que você… você foi escolhido para representar este grande mistério do futuro que está por vir.”

Fui instruído e ajudado por esses grandes irmãos a entrar em meu corpo, e foi como entrar em algo muito frio e pegajoso, algo muito instável e ferido. Instruíram-me detalhadamente sobre como gerar o fogo sagrado da transfiguração e da ressurreição. Em minha mente, uma lembrança distante voltou e, de repente, eu me lembrei de vidas passadas nas quais eu estivera numa grande escola de iniciação. Eu estivera num grande edifício que vocês conhecem hoje como a Pirâmide de Gizé. Naquela época, eu também estivera numa tumba semelhante. Como iniciado, eu conseguira realizar a viagem da alma a partir de minha forma inerte até me sentar nos Conselhos de Melchizedek, na Estrela /Sol Sírius, na Constelação do Cão Maior. Aquele pensamento começou a tomar conta de minha mente e, à medida que realizava a decodificação de maneira mais completa, lembrei-me de como fazer isso.

Quando fui colocado de volta no corpo, meu espírito brilhou com propósito, com empenho apaixonado. Respirei, como eles haviam me instruído, concentrei-me em meus sopros vitais e fiz a poderosa essência de vida percorrer aquela forma. A forma começou a ter espasmos e a tremer. Começou a exalar um estranho odor que encheu a tumba. Experienciei uma chama ardendo por todo o meu ser e continuei meditando e respirando e difundindo, dispondo-me a voltar à vida.

Eu Sou A Vida Eterna


Bem, alguns de vocês tem uma noção geral do que aconteceu. Queria lhes contar minha experiência. Quando fiz aquilo, subitamente o corpo, por si mesmo, começou a se elevar da tumba. Tive uma experiência dupla, a de estar fora do corpo, olhando para o que acontecia, e a de estar dentro do corpo, simplesmente queimando com energia e Luz e poder. Descobrindo-me de certa forma espantado, de repente o corpo caiu na laje fria sobre a qual eu tinha sido colocado e a Fraternidade materializou-se na tumba comigo e disse: “Não tenha medo. Você pode fazer isso. Nós o ajudaremos. Uma vez mais, concentre-se em sua respiração. Respire. E seja a Vida Eterna.”

E eu repetia para mim mesmo: ”Eu sou a Vida Eterna.”

Quando respirei desta vez, meu corpo se metamorfoseou em Luz radiante de um modo pleno, total e completo. A próxima coisa de que me lembro é que fui de repente elevado pelos ares. Eu estava flutuando. Estava dentro de uma Luz selada. Depois, estava em pé num aposento circular com esses mesmos irmãos.

Disseram-me que minha visão estava quase completada. Eu fizera algo maravilhoso. À medida que falavam, minhas recordações foram voltando cada vez mais. Eu me lembrei deles, e me lembrei de que eles me haviam trazido e me colocado dentro do meu corpo quando eu era criancinha. Reconheci meu pai – ele fora um desses Grandes Anciãos – e minha mãe. E de repente senti-me como o ator de uma peça, que fica tão mergulhado na representação correta de seu papel que se esquece e perde de vista o fato de que, na verdade, tudo aquilo era um teatro. Fui elogiado e cumprimentado. Meu corpo foi regenerado e restaurado na companhia de meus Irmãos. Vi e entendi por que eu tivera aquelas visões de navegar pelas estrelas, pois, de novo, estava navegando por entre as estrelas numa nave de Luz maravilhosa (UMA Merkabah).

Disseram-me para voltar à Terra, a fim de testemunhar e testificar a imortalidade de toda a humanidade. Eu estava estabelecendo um protótipo que seria consumado dali a milhares de anos. Aparentemente caí numa espécie de sono e, quando acordei, estava na Terra, sob uma grande tamargueira. Levantei-me e me perguntei se sonhara tudo aquilo. Meu corpo parecia bem, mas tinha algumas marcas. Quando observei as marcas, percebi que , de alguma maneira, fisicamente, eu de fato tivera aquela experiência.

Levantei-me e olhei ao redor. Vi que estava na área onde estavam vivendo muitos dos que haviam me seguido, mas eu era como um fantasma. Ninguém parecia ver-me. Eu estava em outra dimensão. Falava em voz alta, mas ninguém me dava ouvidos.

Os Irmãos falavam dentro de minha mente, telepaticamente, e sugeriram novamente aquele mesmo respirar e a concentração de minha energia, dizendo que eu a levasse para as pernas e para os pés. Meu corpo estava um pouco dormente e eu continuava com a sensação de uma existência irreal. Dentro de alguns dias estabilizei-me e fui me encontrar com vários dos que haviam me seguido.

Eles mal conseguiam acreditar que eu era aquele que fora crucificado. Duvidaram de mim. Entrei, ceamos e bebemos suco de uvas. Comi carne de peixe. Permiti que eles tocassem meu corpo e vissem as chagas nos meus pés, no lado, nas mãos. Ainda havia cicatrizes e marcas em minha testa, deixadas pela coroa de espinhos. Chegou o amado José de Arimatéia, que era como um pai. Vocês sabem que meu próprio pai retornara à Fraternidade antes que eu atingisse a maioridade. Então, José disse: “- Venha, meu filho. É tempo de você retornar à Fraternidade de Luz, pois tem muito trabalho a fazer.”

Em seguida fomos para uma imensa floresta e lá nos sentamos em meditação, e comunguei novamente com o Pai. Disseram-me que eu devia ir de novo para as montanhas do Himalaia; lá a Fraternidade esperaria por mim. Eu tinha muito a fazer em muitos territórios estrangeiros. Vejam, minha mente estava de tal maneira que, novamente, como muitos de vocês, as dúvidas continuavam a surgir. Percebi que é por isso que a humanidade tem tantos problemas. A mente é de tal maneira que sempre duvida do miraculoso. Mas ao sentar-me com aquele ser bondoso e querido, que eu amava com toda a alma, comecei a me concentrar uma vez mais em meu propósito. De novo comecei a integrar as energias que inundavam meu ser.

Apareci para muitas pessoas naqueles tempos e algumas conseguiam me ver por causa de sua clarividência, algumas conseguiam me sentir, algumas não me viam de jeito nenhum. Subi uma colina e dois dos Irmãos vieram e cada um deles ficou de um lado. Àquela altura havia um pequeno ajuntamento, outra vez, daqueles que realmente sentiam minha energia e de fato experienciavam a maravilha que recaíra sobre mim. Tive novamente uma sensação de elevação, uma sensação de que a Luz me engolfava. Senti como se cada poro de meu ser estivesse inundado de Luz. Fiquei um pouco zonzo e desorientado e percebi uma voz muito profunda dentro de mim falar:

“Eu Sou A Ressurreição. Eu Sou O Caminho. Eu Sou A Vida Eterna. E Embora O Homem Morra ou Pareça Morrer, Ainda Assim Ele Vive Em Mim”.

Perguntei-me de onde vinha aquela voz e sabia que era do Senhor Deus dentro de mim.

Outra vez, senti que eu subia, subia, subia, junto com os meus amados Irmãos e companheiros. E olhei para o alto e vi uma nuvem maravilhosa que novamente recebia a minha essência. Assim que parei naquela nuvem maravilhosa, achei-me de novo no aposento circular com meus Irmãos. Mais rápido do que pensamos, voamos para dentro da Fraternidade dos Mestres, para o que vocês chamam de Shambhala.

Lá, uma vez mais, dentro da secreta imensidão de seus rostos mais sagrados, encontrei um lar e um povo.

Vivia entre os imortais, descobrindo que eu também era imortal. E o sono de eras, os últimos vestígios dos véus necessários foram erguidos de meus olhos e conheci a mim mesmo, como eu sempre fora conhecido. Na companhia de meus Irmãos, de meus companheiros, aprendi a enviar meu espírito pelo mundo. Materializando-se em forma à vontade. Aprendi (para ser mais exato, talvez devesse dizer “reativei”) minhas capacidades de transcender o tempo, o espaço, a matéria, a dimensão. E atingi a plena consciência, o pleno conhecimento e a plena recordação.

Saí de lá e apareci a todos os remanescentes das Doze Tribos de Israel que, àquela altura, tinham se (suas almas) espalhado por todos os continentes e haviam se corporificado em diversas raças e diversos povos DIFERENTES. Cheguei-me a eles e com eles vivi. Passei-lhes os ensinamentos do reino de onde eu viera. Após haver partilhado minha essência durante muitos , muitos anos, finalmente percebi que era hora de me desfazer da vestimenta que eu usara sobre a Terra. Então eu a tirei e a deixei, pois ela havia cumprido o seu propósito. Quando dei partida do veículo físico, eu estava à beira de um lago encantador. Acredito que, hoje, vocês chamam aquela terra de Kashemira (Hoje região da Índia na divisa com o Paquistão, onde existe um túmulo muito antigo de um homem santo venerado com o nome de Santo Issa ).

Uma vez mais, senti a presença dos Irmãos ao meu redor, uma vez mais fui erguido em Luz para uma espaçonave (Merkabah) maravilhosa de Luz. Soube, então, quando completei a missão daquela vida, que eu era comandante estelar daquela nave e que eu havia, pela força divina, conseguido a plena retirada do véu para encenar, como o ator de uma peça, o triunfo sobre a ilusão. Eu tinha de fazer isso a partir de dentro da ilusão, exatamente como vocês.
Aquele estranho nome pelo qual me chamavam, que me soava tão estranhamente familiar, Sananda, é o nome pelo qual sou conhecido, e descobri que eu era filho de um grande Rei e de uma grande Rainha, e que eu viera de uma poderosa linhagem de Kumaras. De fato, eu era Sananda Kumara. E mais, eu era uma multiplicidade de seres, um dos quais era chamado de Sanat Kumara, Sanaka Kumara e Sananda Kumara.

E assim, descobri dentro de mim que eu era mais do que jamais sonhara. Veio a mim, outra vez com grande assombro, o redescobrimento, a lembrança e o reinado de meu pleno conhecimento e de minha plena qualidade de ser.

Compromisso Com A Libertação De Todas As Almas


Olhei para trás, na direção da Terra, e soube com toda minha alma que estava comprometido com a Ascensão e Liberdade de todas as almas daquele planeta. Fiz o firme Voto de que voltaria sempre, na verdade eu nunca iria embora, pois parte de minha essência permanecia em Shambhala, mesmo que eu vivesse nas espaçonaves. Com minha visão clarividente, previ a época em que todo um povo se elevaria em vida Eterna e na Luz mais gloriosa que vocês consigam imaginar, exatamente como eu me elevei, e proclamei a Glória de Deus e da Vida Eterna.

Contei-lhes esta história porque queria chamar atenção para o fato de que, exatamente como vocês, eu estava toldado por véus, tinha uma vaga lembrança das minhas saídas do corpo. Eu decodifiquei. Despertei e escolhi cada passo do caminho.

Escolhi a graça, a confiança e o perdão, a gratidão e a exaltação de Deus Todo-Poderoso; e, além disso, escolhi o Amor.
Aquilo que eu fiz, continuamos a fazer agora, nesta era. Isto é maior do que o que eu fiz, porque vocês o estão fazendo em grupo. Vocês o estão fazendo por intermédio da Cooperação, numa camaradagem que eu não conheci na minha época. Por isso, Eu Os Saúdo e os Aplaudo e os Amo com toda a minha Alma.

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Fonte:

http://www.thoth3126.com.br/

Publicado em Deixe um comentário

Oração de São Francisco de Assis

Oração de São Francisco de Assis

São Francisco, o santo da humildade

Revolucionário, conversava com plantas e animais. Pregava e vivenciava a paz.

Certamente você conhece a oração de São Francisco de Assis:

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia, que eu leve a união
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero que eu leve a esperança
Onde houver a tristeza, que eu leve alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz
Ó mestre, fazei-me que eu procure mais, consolar que ser consolado
Compreender que ser compreendido
Amar, que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida eterna

Encontramos um livro em PDF que conta um pouco da história de São Francisco e que traz uma análise profunda de cada verso desta linda oração. Queremos dividi-lo com você :

Clique no link para acessar PDF:

http://www.esextante.com.br/media/upload/livros/Oracao_de_Sao_Francisco_A_Trecho_1.pdf

Publicado em Deixe um comentário

Invoque a Limpeza e Proteção do Arcanjo Miguel

São Miguel Arcanjo: aprenda oração de libertação e proteção

Dia 29 de setembro é o dia do Arcanjo mais querido e popular, o São Miguel. Ele foi escolhido por Deus para ser o defensor de todos os seres humanos, cristãos ou não, pois para Deus todos são seus filhos e filhas, independe da religião.

Arcanjo Miguel junto com seus anjos formam uma imensa legião de luz pronta para interceder por todos aqueles que o invocam com humildade e sinceridade no coração.

São Miguel Arcanjo

Arcanjo Miguel é muito solicitado para combater os males da vida moderna, as tentações demoníacas, armadilhas e nossos medos. Também é chamado para nos libertar de todos estes males. Tudo que nos prende e nos derruba: pessoas negativas, pensamentos ruins, inveja, relacionamentos perturbadores, intrigas, fofocas e por aí vai.
Para invocar o seu auxílio, é preciso rezar diariamente a oração de São Miguel Arcanjo e repetir durante o dia: “São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate”. Tenha fé e liberte-se das más energias que podem nos prender. Faça todos os dias e liberte-se.

Oração de Libertação do Arcanjo Miguel

Eu peço ao Arcanjo Miguel que me ajude a romper acordos e coisas dos quais quero me libertar para alcançar a sabedoria espiritual e poder mais sublimes. Invoco a poderosa presença para que ele me dê sabedoria, discernimento e intenção amorosa. Assim seja.

Arcanjo Miguel, liberte-me:

  • Liberto-me de todas e quaisquer expectativas acerca do meu progresso e aperfeiçoamento espiritual. Viverei cada dia no presente, concentrando-me em entrar em harmonia e em equilíbrio com meu eu superior, nos níveis físico, mental e emocional.
  • Liberto-me de todos os acordos que fiz com a minha mãe, meu pai, meus filhos, meus enteados, meu marido/minha mulher, meus irmãos, irmãs, amigos, meu ex-marido/ex-mulher, ou com quaisquer outras pessoas que me prendam à realidade tridimensional.
  • Liberto-me de todos os conceitos errados acerca do meu direito ao amor, à alegria, à paz, à harmonia, à segurança, à abundância, à criatividade, à vitalidade juvenil, à saúde e ao bem-estar, à velhice e à morte.
  • Liberto-me da necessidade de querer salvar o mundo ou qualquer pessoa que nele se encontre. Compreendo que a minha missão é aceitar a condição de Mestre e agir como exemplo vivo e amoroso para todos, sem precisar corresponder às expectativas de ninguém.
  • Liberto-me de todos os condicionamentos e de todas as lembranças celulares acerca do meu corpo físico. Reivindico o meu direito divino inato à beleza, à vitalidade, à saúde e ao bem-estar, sabendo que esse é o meu estado natural de existência e que só preciso seguir os toques do espírito para manifestar essa perfeição.
  • Liberto-me de todas as expectativas com respeito à minha criatividade e ao meu trabalho. Trabalho e crio pela alegria que isso me traz, e sei que a minha abundância e os meus recursos se originam do espírito e não dos meus esforços, apenas da crença no meu merecimento.
  • Liberto-me de todo e qualquer domínio que o governo e o sistema tridimensionais tenham sobre mim. Eles não me controlam, nem a minha abundância ou segurança. Tenho plena capacidade de manifestar segurança, de ser totalmente autossuficiente e totalmente dono do meu destino.
  • Liberto-me de todas as dívidas carmicas remanescentes e da energia deteriorada que exista em mim e no meio corpo físico, mental, emocional e astral. Resolvo agora todos os problemas com facilidade e graça, e me projeto na luz para participar da co-criação do Céu na Terra. 
  • Liberto-me de quaisquer ideias equivocadas acerca da minha capacidade de atrair conhecimentos, sabedoria e informações relevantes, provenientes do espírito e dos reinos superiores. Atraio agora novos conhecimentos, novas ideias e nova sabedoria que me permitam aprender a crescer e a agir como exemplo vivo.
  • Liberto-me de todo e quaisquer julgamento, ideias preconcebidas e expectativas relativas a outras pessoas, sabendo que elas estão agindo de acordo com o nível em que estãzo na escala da evolução. Dou-lhes meu amor e incentivo, e só transmito informações quando solicitadas, mas assim mesmo, com a advertência de que a minha verdade pode não ser a delas.

O bem-amado Arcanjo Miguel diz

“Queridos amigos – a qualquer tempo e em qualquer lugar – neste ou em outro Planeta do Sistema ou em uma esfera interior – em algum dia, cada criação de seres de inteligência, seus raciocínios, seus sentimentos e suas mentes deverão ser entregues a Deus! É nosso trabalho o servir como defensor da Fé – manter viva no coração humano a fé em Deus; a fé em sua própria determinação divina que deverá elevá-lo sobre a limitação na qual submergiu. Para reforçar e expandir esta FÉ por entre a humanidade, as Legiões de Meu Reino avivam constantemente a Luz da Alma. Neste procedimento de se acender, momentaneamente, a chama, e ao inspirar nossa Fé, damos sempre algo de Nós mesmos, de Nosso próprio Ser. Assim, ajudamos os homens a “perseverar na perseverança”.

Apelo:

“Em nome da Divina Presença que “Eu Sou” e da Divina Presença de toda a humanidade, nós apelamos Vossa Presença, BEM-AMADO ARCANJO MIGUEL E LEGIÕES DE LUZES, secionar-nos de toda criação humana, em nós, através de nós e em torno de nós e também aos que são contra nós – de todo hábito e tendências imperfeitas! Substituí essas dissonâncias pela Pureza, Harmonia e Perfeição dos Mestres Ascensionados!

ACEITAI OS NOSSOS QUERIDOS, quando o véu da “morte” os transpassar e LIBERTAI-OS de suas criações humanas, guiai-os ao Templo do Reino Interior que, para eles, já está preparado e ajudai-os para que façam sua ascensão o mais depressa possível. AJUDAI-NOS E SECIONAI toda e qualquer tendência maléfica, de toda vida de nossa cidade, de nosso país e do mundo; CARREGAI TODA HUMANIDADE com vossa fé e misericórdia divinas e conscientizai-a a esforçar-se, realizando o seu Plano Divino! Nós vos agradecemos”.

Publicado em 6 comentários

Os Mestres Ascensionados e os Raios da Criação

mestres ascencionados

Os grandes mestres

Mestres ascencionados são um grupo de seres da hierarquia espiritual, a Grande Fraternidade Branca, também conhecidos como Governo Oculto ou Grande Fraternidade Universal. Cada mestre rege um raio (esfera energética) juntamente com um arcanjo. Todo raio possui atributos, virtudes e características distintas. Os mestres servem como intermediadores entre o plano terreno e divino e possuem o dom de fazê-lo pois já passaram pelo planeta Terra como enviados e libertaram-se de karmas e ciclos de reencarnações e ascencionaram. Cada mestre e raio agem especificamente para determinados assuntos e curas. Cada pessoa tem em si o poder acumulado de um dos sete raios cósmicos.

A luz branca é o Criador, que se divide em 7 raios principais

– Primeiro Raio – Azul – Mestre guardião: El Morya
Dia da semana: domingo
Arcanjo: Miguel
El Morya viveu sua ultima encarnação na Terra na Índia, pertencente a classe de guerreiros e governantes. Este raio remete a Vontade de Deus. As energias deste raio são de liderança, fé, poder de execução e ação. Pessoas nascidas no domingo estão regidas por este raio. Possuem capacidade de liderança, poder, confiança e autonomia. Invoque mestre El Morya e conecte-se energeticamente ao primeiro raio (luz azul) para despertar estes aspectos.

– Segundo Raio – Dourando – Mestre guardião: Lanto
Dia da semana: Segunda-Feira
Arcanjo: Jofiel
Mestre Lanto, sucedeu o mestre Kuthumi. É dito que o atual mestre deste raio é Confúcio. Este é o raio da sabedoria, do conhecimento, dos professores, estudantes, filósofos, cientistas e todos aqueles que transmitem conhecimento. Dia da semana: segunda-feira. Pessoas nascidas neste dia da semana tendem a terem missão de vida vinculadas a sabedoria e transmissão de conhecimento.

-Terceiro Raio –Rosa – Mestre Guardiã: Rowena
Dia da semana: Terça-feira
Arcanjo: Samuel
Rowena representa o amor incondicional, sempre disposta a amparar e servir. Rowena guarda o símbolo da liberdade. O amor incondicional é livre. Pessoas que pertencem a este raio cultuam o belo, as mais diversas expressões, são pessoas compreensivas e amáveis. Este é também o raio dos relacionamentos. Se desejas melhorar teus relacionamentos e despertar o amor, deve conectar-se a este raio.

– Quarto Raio – Branco – Mestre Guardião: Seraphis Bey
Dia da semana: Quarta-feira
Arcanjo: Gabriel
Raio da purificação, harmonia, ascensão. Pessoas pertencentes a este raio são artistas, músicos, escritores, arquitetos, designers. Pessoas dotadas de perseverança e austeridade.

-Quinto Raio – Verde – Mestre Guardião: Hilarion
Dia da semana: Quinta-feira
Arcanjo: Rafael
Raio da cura, da verdade e da Lei. Pertencem a este raio cientistas, médicos, pessoas relacionados a área da saúde, curadores e filantrópicos.

-Sexto Raio – Rubi – Mestre Guardião: Mestre Nada
Dia da semana: Sexta-Feira
Arcanjo: Uriel
Mestre Jesus foi o mestre deste raio ate ser elevado a condição de instrutor mundial. Este é o raio do amor, devoção, cooperação, serviços prestados a paz. Pessoas pertencentes a este raio tendem a vida monástica, ao caminho sagrado, religiosos, missionários. Assim como pessoas que desejam servir com humildade, filantropos. Está relacionado ao perdão e a compaixão.

– Sétimo Raio- Violeta- Mestre Guardião: Saint Germain
Dia da semana: sábado
Arcanjo: Ezequiel
Transmutação, magnetização, purificação, misericórdia e liberdade. Transforma o imperfeito em perfeito. É dito que quando toda humanidade alcançar este raio, estará salva. Pessoas pertencentes a este raio prezam a liberdade e muitas outras aptidões.

Publicado em 4 comentários

O sincronário da paz

Tecnologia antiga

Esta ferramenta foi desenhada pelos sábios Maias com o objetivo de sincronizar o ser humano em sua verdadeira freqüência das 13 luas de 28 dias. Conhecida como freqüência 13:20 ( 13 tons galácticos e vinte tribos solares), esta vibração permite que o ser humano perceba a noosfera, a rede do pensamento que une todas as consciências em um nível planetário de manifestação.

Os conhecimentos dos ciclos da criação permitem que analisemos as energias do dia de acordo com o movimento do Sol e da Lua, criando o Tzolkin, o tear sagrado dos maias, compostos de 260 unidades conhecidas como kins planetários. Cada kin é uma combinação da energia de uma das vinte tribos solares sincronizado com um dos treze tons galácticos da criação.
Este tear 13:20 (imagem abaixo) é a rede da vida, a conexão que existe entre todos os seres que habitam nosso amado planeta.

As ondas encantadas são unidades do tempo que permitem que possamos identificar e potencializar, nossos propósitos de vida, descobrir nossos desafios, ativar nosso serviço e definir a melhor forma de agirmos. Conhecer maneiras de utilizar este conhecimento é uma importante chave do autoconhecimento, com traços especiais que facilitam a rememoração da programação existencial.

Este calendário é uma ferramenta cósmica para que possamos transcender a matriz tridimensional do ego que nos aprisiona a este plano físico. Através da dissolução desta energia tridimensional, entramos no formato do cubo consciencial, que transcende a matriz quadridimensional do tempo, quebrando as limitações do universo físico. Esta vivência do cubo da vida faz com que experimentemos o passado, presente e futuro simultaneamente, uma forma não linear de tempo e espaço. Neste estágio de expansão, o não-tempo, nos tornamos totalmente despertos para a realidade da quinta dimensão.

Esta ferramenta evolutiva, engenhosamente desenhada pela Hierarquia da estação intermediária de Archturus, provê o conhecimento das modificações geofísicas, astrofísicas e espirituais que afetam o planeta durante as modificações evolutivas quânticas. Este ensinamento foi trazido diretamente aos seres humanos através das pirâmides das Américas e são formados de calendários cronológicos sincrônicos. Estes conhecimentos promovem uma expansão da consciência humana que pode interagir com inteligências desde a quinta até a nona dimensão consciencial, e posteriormente estendidas à outras dimensões conscienciais. É através deste calendário que surgiram diversas teorias sobre o dia 21 de dezembro de 2012, quando irá ocorrer um alinhamento cósmico entre nosso sistema solar e o centro da galáxia. Neste calendário de longa contagem, nos sincronizamos com a contagem do tempo das Plêiades, que funcionam como uma chave para acessarmos as dimensões mais expandidas da percepção consciencial.

Com muito amor, devemos aprender a utilizar estes conhecimentos ancestrais e assim estarmos sincronizados com a harmonia e plenitude da Mãe natureza, expressa nas criações e revoluções de nosso universo físico. Salve a harmonia da mente e da natureza. A cultura galáctica vem em paz.

Qual é meu kin?

Cada um de nós carrega um Kin (ou Assinatura Galáctica) específico de acordo com a nossa data de nascimento. Esse Kin nos caracteriza com uma energia única, que carregamos desde o dia em que nascemos até a eternidade.

A sua Assinatura Galáctica faz parte de uma possibilidade entre as 260 codificadas no Módulo Harmônico, a matriz sagrada do Tzolkin.

Ao interpretar o papel da sua assinatura, você permite a si mesmo (e também ao seu corpo, mente e espírito) vibrar naquela frequência específica. Esse é o seu presente para o universo.

Calcule seu Kin: http://tzolkin.com.br/calculadora-kin/

Para quem quiser aprofundar mais na Lei do tempo e no sincronário da paz encontramos essa cartilha no site sincronariodapaz.org.

Ver cartilha PDF: Aprendendo a lei do tempo.

O dia fora do tempo

“Neste dia, os Maias se preparavam para um novo ciclo. É um dia para perdoar, soltar, liberar o que não nos serve mais e nos abrirmos para recarregar e recomeçar, pautados no AMOR E GRATIDÃO por tudo que recebemos no ciclo anterior.”

Durante sua permanência no planeta Terra os Maias cósmicos (seres interdimensionais) nos ensinaram os segredos do tempo galáctico, cientes dos ciclos lineares limitadores a que todos nós seres humanos fomos submetidos.

Sabiam que tínhamos perdido a habilidade natural de perceber os ciclos de Luz Cósmica ao longo de nossa existência, e que esta forma linear do tempo atual é controladora e esconde os verdadeiros aspectos multidimensionais do tempo.

A contagem do tempo Maia se baseia em 13 ciclos lunares de 28 dias por ano solar, perfazendo 364 dias, mais um chamado de ‘Fora do Tempo’…

Os Maias consideram este dia como uma grande oportunidade de reciclar, recomeçar, recarregar as energias, liberar o que já não é mais preciso, agradecer por tudo que foi recebido no período anterior em todos os aspectos.

Agradecendo inclusive mesmo os momentos aparentemente ruins ou dramáticos, pois terão sido importantes aspectos de nosso aprendizado e evolução como seres humanos cuja essência é espiritual.

Nesse dia, que manifesta uma maior conexão com a Essência Geradora, os antigos Maias reservavam muito tempo para orar, meditar e receber a orientação interior quanto aos próximos passos a serem dados no Caminho em direção ao Pai.

No dia 26 de Julho recomeça um novo ciclo com o nascimento astronômico de Sirius, que se eleva no horizonte junto com o Sol, trazendo uma energia de limpeza e purificação interior, trabalhando sutilmente nossos corpos sutis, principalmente o emocional.

Referências


Sincronário da paz. Disponível em: http://conscienciacristal.blogspot.com/2011/05/sincronario-da-paz.html

Qual é meu kin?. Disponível em: http://tzolkin.com.br/meu-kin/